Emanuel costa de fio a pavio

Press Realese by Antero Bessa on Junho 27, 2011

Campeonato Nacional Trial 4x4
Emanuel Costa de fio a pavio

 

Ao vencer a jornada de Tábua, quarta do Campeonato Nacional de Trial 4x4, Emanuel Costa e Carlos Filipe do Stand Emanuel Costa/Cibercar/Castrol reforçaram a liderança na competição sob a égide da Federação Portuguesa Todo Terreno Turístico Trial e Navegação 4x4.


Numa região com tradição em desportos motorizados, o MK-Mákinas Associação de Desportos com o apoio da Câmara municipal de Tábua apresentou uma pista muito competitiva num cenário magnífico na freguesia Ázere, com o sol a reluzir na “lagoa azul”, num antigo aterro das minas de urânio de Tábua. Alheio a qualquer adversidade o «stand Emanuel Costa/Cibercar/Castrol» superou tudo e todos, até mesmo as elevadas temperaturas para assegurar uma vitória que teve início nos treinos cronometrados com a obtenção do melhor tempo, impondo-se de seguida ao longo das três horas de resistência.

 

 

A dupla do Jeep Wrangler assumiu a dianteira da prova desde a largada, terminando no final das dezoito voltas com o abanar da bandeira xadrez. O agitar das águas da margem da Albufeira da Barragem ressuscitou o «standcandeias.com» para as grandes actuações. A dupla Paulo Candeias/Luís Moreira, justificou na jornada de Tábua o «porquê» de candidato à vitória em qualquer prova, com uma actuação de grande sacrifício e «finalmente» sem problemas mecânicos no Jeep Wrangler TJ – recuperando desde o miolo do pelotão até à segunda posição num «forcing» final, destronando do lugar intermédio do pódio a «Indigo/Vicitcork», forçada a parar a vinte minutos do final para substituir o cubo de roda da Nissan Navara. A dupla vencedora das duas últimas jornadas, Domingos Oliveira/Paulo Jorge, num apite passou de segundo para quarto, acabando nos derradeiros instantes, subir ao derradeiro lugar do pódio com o mesmo número de voltas do «standcandeias.com», ao passar pela Toyota Hilux da «Repsol TT» com o eixo traseiro quebrado na última volta. Desta feita, Vasco Andrade e Nuno Graça viram a diferença para o líder do campeonato aumentar para nove pontos, tendo agora, apenas um ponto de vantagem para o «Indigo/Vicitcork» que consolidou o terceiro lugar do campeonato.

 

 

A luta pela quinta posição esteve entregue ao «Hortícolas/Cerâmica Team» e ao «Jipes & Companhia/Troquo» ao terminarem com o mesmo numero de voltas (13) com vantagem para a dupla Luis Jorge/Nuno Passos do Suzuki Samurai, que, por instantes ainda alimentou as esperanças de lutar por um lugar no pódio, deitando tudo a perder quando o motor do guincho pegou fogo. Domingos Parente e João Pinto voltaram a estar ao seu nível, e, nem um furo e a quebra da baquet do piloto do Nissan Patrol lhes retiram a competitividade. Foi talvez o mais fugaz de todo o pelotão! O piloto da casa e um dos principais responsáveis da margem do Rio Mondego receber uma prova do calendário do CNTrial4x4 terminou a jornada de Tábua na sétima posição. José Alexandre do «Grupo JANF/Stand Kubota» servido por Paulo Nunes, contou com uma ruidosa e numerosa claque numa prova em que o Patrol se portou à altura da «sua» prova… Regularidade e eficácia premeiam a prova de Domingos Diniz e Vitor Seabra da «Revi-Clap» ao terminarem na oitava posição, na frente dos azados e endiabrados «Paljet». Jorge Silva e Miguel Rios, forçados a recolherem mais cedo às boxes com problemas com a bomba injectora do Patrol, numa altura em que passavam pelos lugares do pódio. A fechar os dez mais da ronda do centro, a «Cutelarias/Vimaelectrica» contabilizou sete voltas, terminando na frente do «Team Serrão/serraoecebolo.com». O piloto transmontano não afastou de vez as diversidades mecânicas que tem vindo a afectar a Toyota Hilux e, desta feita voltou a ser traído pelo turbo e a quebra do cárter na abordagem ao obstáculo das pedras. Uma posição abaixo do «top ten» que não condiz com as potencialidades e pretensões da dupla Alexandre Lemos/Tiago Santos, superando ainda assim a dupla Rui Dias/José Pires do «Assador/Publimendes/Tectos Decoração» também eles vitimas de problemas meCañicos no Patrol GR. Com as inúmeras contrariedades numa prova com alguma exigência física, foram vários, essencialmente navegadores, a denotarem alguma desidratação – mesmo existindo água em abundância servida pelo «staff« dos homens do MK Makinas.

 

 

Já depois de acusar problemas de aquecimento no motor do Patrol do «LM4 Tuff4x4» Luís Santos foi forçado a manter-se nas boxes devido ao desgaste do seu navegador – Diogo Mendes. Após apresentar a Nissan em Montalegre e, logo com um segundo lugar, a «Fevinor SA» chegava a Tábua super motivada no repetir do êxito. O excelente tempo nos treinos, antevia uma luta pelo triunfo, não fosse o inicio atribulado, logo após a partida e ainda não concluída uma volta, um capotanço colocou algumas reservas à prova de Vitor Ribeiro e Vitorino Morais, acabando por desistir com a direcção na Navara partida, perto de completar uma hora de prova, quedando-se pela décima quarta posição, na frente do «Bombamotorsport» de Nuno Cunha e Daniel Figueiredo com um prematuro abandono com o radiador furado. O derradeiro lugar da classificação geral ficou entregue à «JCNJ» que foi forçada a abdicar de lutar por um lugar mais cimeiro quando o Bruno Gomes se sentiu mal, tendo João Carlos regressado às boxes para que o seu navegador fosse assistido pela equipa médica dos Bombeiros de Tábua sendo transportado ao centro de saúde por mera precaução.
A próxima jornada do Campeonato Nacional de Trial 4x4 realiza-se a 18 de Setembro na Lourinhã. A derradeira ronda a disputar-se em Paredes/Baltar, foi alterada para 30 de Outubro.
Mais informações no site oficial do CNTrial4x4 em: www.cntrial4x4.com

 

 

“Stand Candeias” vence no Troféu Gigglepin
O triunfo no “Troféu Extreme Gigglepin”, da responsabilidade da Drage Race - empresa responsável pela comercialização dos guinchos Gigglepin 4x4 (Ref. GP82, GP83, GP84) e que recompensa as equipas utilizadoras dos guinchos da marca inglesa com um prémio monetário de 600,00€ - a repartir pelos três melhores classificados da geral, ficou na posse do «standcandeias.com», sendo acompanhado no pódio pelo «Indigo/Vicitcork» e «Repsol TT», segundo e terceiro respectivamente.

Classificação final:
1º Stand Emanuel Costa/Cibercar Castrol, 18 voltas; 2º Standcandeias.com, 15v; 3º Indigo/Vicitork, 15 v; 4º Repsol TT, 14v; 5º Hortícolas/Cerâmica Team; 13v; 6º Jipes & Companhia/Troqouro, 13v; 7º Grupo JANF/Stand Kubota, 12v; 8º Revi-Clap, 11v; 9º Paljet, 8v; 10Cutelarias/Vimaelectrica, 7v.

A classificação completa e detalhadas desta jornada já se encontram disponíveis no site oficial do Campeonato Nacional Trial 4x4 em: http://www.cntrial4x4.com

Classificação após quatro jornadas
1º Stand Emanuel Costa/Cibercar/Castrol, 147 pontos; 2º Repsol TT, 138; 3º Indigo/Vicitcork, 137; 4º Paljet, 122; 5º Standcandeias.com; 109; 6º Cutelarias/Vimaelectrica, 106; 7º Jipes & Companhia/Troqouro, 106; 8º Hortícolas/Cerâmica Team, 102; 9º LM4 TUFF 4x4, 96; 10º Team Serrão/Serraoecebolo.com, 94;
NOTA: Estão classificadas mais 17 equipas

 

Gabinete de imprensa:
press@cntrial4x4.com / 925979225