Paulo Candeias tomou-lhe o gosto e vence em Tábua

Press Realese by Antero Bessa on Setembro 24, 2012

Campeonato Nacional Trial 4x4
Paulo Candeias tomou-lhe o gosto e vence em Tábua

O cristalino e amplo horizonte sobre as águas da Albufeira da Barragem da Aguieira contribuíram para abrilhantar a quarta jornada do Campeonato Nacional de Trial 4x4 disputada no concelho de Tábua, num cenário privilegiado para os milhares de espectadores que não hesitaram em desafiar o clima tropical que se abateu sobre a região centro e a freguesia de Ázere. Sol, chuva, vento e muita animação, foram estes os principais ingredientes que cada uma das 12 equipas presentes na ronda do MK-Mákinas Associação de Desportos e Trilhos do Nordeste Clube TT, utilizou para guarnecer um menu a que se juntou muito guincho, cabo esticado, força de motor e, acima de tudo muito trabalho de equipa, ao longo de três horas de prova. Beneficiando de um espaço propício para a prática do puro e duro trial4x4, este antigo aterro das minas de urânio de Tábua, ladeado por uma lagoa natural, não desiludiu actores e espectadores, que pelo segundo ano consecutivo compareceram recheados de vontade em proporcionar e assistir a um impar espectáculo de trial.
Na linha da frente da grelha de partida estavam posicionados, os líderes da competição, com a dupla Vasco Andrade/Nuno Graça (Toyota) a ganhar vantagem sobre o Samurai de Luís Jorge e Nuno Passos, comandantes do CNTrial4x4 na chegada a Tábua. Após a primeira meia hora de prova, apenas estava cumprida uma volta ao traçado que se apresentava bastante duro com obstáculos de puro trial, mantendo-se as posições trazidas da grelha, seguidos de perto pela dupla Paulo Candeias/Gerardo Sampaio (Wrangler) e Vítor Ribeiro/Vitorino Morais (Nissan). Ainda na mesma volta, surgia a dupla da Nissan, Pedro Costa/Filipe Alves. As adversidades apareceram algo cedo, para algumas equipas que se viram forçadas de proceder a reparações em plena pista, ainda na volta inicial. Apoiado pelo seu público, José Alexandre e David Brito (Equipa JANF/stand kubota) viram o volante do Nissan Patrol recuar, enquanto a equipa Roger Auto necessitou de substituir os sticks da Toyota Hilux junto ao obstáculo dos troncos. Também a equipa Revi-Clap se via com problemas de direcção da Nissan, perdendo irremediavelmente o contacto do «comboio» da frente.

Em maus «lençóis» praticamente desde a partida, a equipa Churrasqueira Brasa Douro (Desidério Pinhal/Ricardo Barreira) não conseguia recompor veio primário do Defender para completar no mínimo uma volta. As duas equipas estreantes esta temporada, e que marcaram presença em Tábua - TT Grou (José Carreira/Nuno Carreira) e a equipa Dream Car (Álvaro Alves/Luís Santos), debatiam-se com problemas mecânicos e uso do guincho, levando a algumas incursões penosas pelas boxes, ainda antes de completarem 1 volta. Na dobragem da segunda hora de prova, o «stand candeias.com» assume a liderança da prova, por troca com a «Repsol TT», numa manobra de cabos e guincho, arrojada e arriscada. Nesta altura já o líder do campeonato se encontrava fora da luta, em consequência dos pernos de roda traseira que cederam, obrigando a trabalhos extra e demorados para concluir a prova. O «Jipesecompanhia/Reparações Badinho», com uma das melhores prestações do ano colocava a Nissan no pódio, tendo na sua retaguarda a dupla Jorge Silva/Miguel rios (Paljet). Com o tempo a esfumar-se, «Candeias» iluminava o caminho da vitória com uma confortável vantagem de 2 voltas para Pedro Costa e Filipe Alves. Esta dupla da Nissan liderou um pelotão super motivado em chegar a um lugar do poio com o «Hortícolas Team» a recuperar algumas posições nesta recta final, ainda assim insuficientes para ir além da quinta posição. Uma prova um pouco para esquecer para Luís Jorge que passou por inúmeras contrariedades com a mecânica do Samurai. Fora de prova estava já a «Fevinor» com a manga d’eixo da Nissan quebrada, conservando ainda assim a sétima posição da geral. Até final, apenas se registou uma alteração na cabeça do pelotão, com a «Jipesecompanhia/Reparações Badinho» a subir ao segundo lugar, numa altura em que a equipa da Repsol TT parou junto da assistência para se inteirar do bloqueio de trás que apresentava algum desgaste. Paulo Candeias e Gerardo Sampaio seguiam confortavelmente na liderança ampliando a sua vantagem para o restante pelotão, cifrando no final em duas voltas, ao passo que o segundo e terceiro terminaram separados por escassos quatro minutos.
No final de uma jornada rica em competitividade e acontecimentos, o Colégio de Comissários Desportivos reuniu para analisar algumas situações decorrentes durante as 3horas de prova, com a direcção do CNTrial4x4 conjuntamente com o Director de Prova de Tábua, decidindo suspender a classificação final do CNTrial4x4 até serem reconhecidas convenientemente as decisões finais das ocorrências.

Domingos Parente vence na Taça Rock Crawler
Com a missão de abrir a pista de Ázere – com muitos obstáculos “virgens” e de elevada técnica de condução, Domingos Parente e João Pinto não se fizeram rogados e levaram o Rock Crawler a uma primeira hora de trial e espetáculo, muito do agrado do muito público que aguardava com ansiedade a participação dos “bravos” da Taça. Com o triunfo em Tábua a dupla da «Jipesecompanhia/Troqouro» isolou-se na liderança da competição reservada aos Rock Crawler, relegando para as restantes posições do pódio, as equipas EC4x4 e F-Racing, prospectivamente.

Classificação Final /Tábua
1º Standcandeias.com (Paulo Candeias/Gerardo Sampaio/Jeep Wrangler), 12 voltas
2º Jipesecompanhia/Badinho (Pedro Costa/Filipe Alves/Nissan Navara), 10 voltas
3º Repsol TT (Vasco Andrade/Nuno Graça/Toyota Hilux), 10 voltas
4º Paljet (Jorge Silva/Miguel Rios/Nissan Navara), 8 voltas
5º Hortícolas Team (Luís Jorge/Nuno Passos/Suzuki Samurai), 6 voltas
6º Revi-Clap (Domingos Diniz/Michael Diniz/Nissan Patrol), 4 voltas
7º Fevinor S.A. (Vítor Ribeiro/Vitorino Morais/Nissan Navara), 3 voltas
8º Grupo JANF/Stand Kubota (José Alexandre/David Brito/Nissan Patrol), 3 voltas
9º Roger Auto (Roger Puyal/Humberto Reis/Toyota Hilux), 3 voltas
10º TT Grou (José Carreira/Nuno Carreira/Jeep Wrangler), 1 volta
11º Dream Car (Álvaro Alves/Luís Santos/Toyota), 1 volta
12º Churrasqueira Brasa Douro (Desidério Pinhal/Ricardo Barreira/Defender), 0 voltas

Decisão Colégio Comissários CNTRIAL4x4/Tábua »» clique aqui

Campeonato Nacional Trial 4x4 2012 - 4ª Prova Tábua - Classificação Final Oficial »» clique aqui

Calendário
Paredes - 28 de Outubro
Entrega de prémios - 2 de Dezembro

Gabinete de imprensa:
press@cntrial4x4.com / 925979225