Roger saiu vitorioso de Valongo

Press Realese by Antero Bessa on Março 11, 2013

Campeonato Nacional Trial 4x4 - Valongo
CNTrial 4x4 I Taça Rock Crawler I Promoção

Roger saiu vitorioso de Valongo
A cidade de Valongo acolheu a jornada inaugural do Campeonato Nacional de Trial 4x4, uma prova recheada de inúmeras novidades e surpresas, marcada por muita emoção e competitividade, decorrendo sempre debaixo de uma grande incerteza em termos atmosféricos, numa organização esforçada do Clube TT Trilhos do Nordeste e Câmara Municipal de Valongo.


Roger Puyal e Humberto Reis (Equipa Roger Auto) abriram a edição de 2013 do CNTrial4x4 a vencer, numa jornada que apresentou um elevado nível competitivo, face às condições proporcionadas por uma pista, na sua base natural, muito técnica e dificultada pelas inconstantes alterações atmosféricas. A dupla da Toyota Hilux assumiu a dianteira da corrida sensivelmente a meio da prova, depois de contabilizava a quarta volta. Dai até final, o piloto da Trofa não cedeu e nem mesmo alguns contratempos com o cabo do guincho impediram de levar a bandeirada xadrez na frente de todo o pelotão, cumprindo ao difícil traçado das encostas mais agrestes de Valongo, 10 voltas: “foi fantástico, sinceramente não estava à espera… a pista estava muito bem montada, foi uma prova muito bem conseguida, em condições pouco para os pilotos, comissários e restante organização, que esteve de parabéns”, afirmou no final Roger Pyual. Depois de liderar a primeira hora de prova, Luís Jorge e Nuno Passos (Hortícolas Team), viriam a perder já na recta final a segunda posição para a dupla Flávio Gomes/Pedro Nascimento. Os campeões nacionais em título, tiveram um pequeno percalço a meio da prova com o guincho devido à perda de bateria, perdendo o contacto com o duo da frente. Num “forcing” final os Homens do Suzuki Samurai, ainda passaram pelo segundo lugar à passagem das duas horas e meia de prova, cedendo já no culminar da prova essa mesma posição aos estreantes, Flávio Gomes e Pedro Nascimento. A dupla transmontana esteve irrepreensível, numa prova muito bem conseguida, aproveitando a experiencia adquirida em outras competições e a excelente fiabilidade do Jeep Wrangler, numa prova ilesa de problemas.

Com os lugares do pódio definidos, a incerteza quanto às posições seguintes foi uma constante ao longo da prova, com sucessivas alterações no escalonamento da classificação, face às sucessivas passagens pelas boxes para compor avariadas, ou mesmo, abandonos. O uso constante do guincho – ferramenta amiga e essencial no trial, face às condições proporcionais pelo terreno e dificuldade dos obstáculos, provocou desgastes inesperados, especialmente com as baterias e alternadores. Com uma prova bastante regular e, fazendo estatuto da experiencia adquirida na edição de 2012 enquanto navegador de Jorge Silva (Paljet), Miguel Rios estreou-se ao volante da Nissan Navara da melhor forma, levando a seu lado To-zé Souza. A dupla da Padaria Flor de Ermesinde, levou de vencido o duelo com os Homens do Restaurante Pizzaria Refugio pelo quarto lugar, com Ricardo Lourenço e Paulo Lourenço a terminar uma posição abaixo, depois de terem passado pelo segundo posto à passagem da segunda hora de prova. Protagonista de um aparatoso capotanço, felizmente sem quaisquer danos físicos para os pilotos, a família Dinis, Domingos e Mikael (Revi-Clap) terminaram da pior forma, não por dificuldades físicas, mas antes, pela “indisposição” do Defender que ficou algo diferente já muito perto do final da prova, ainda assim asseguraram a sexta posição, na frente de Pedro Costa e Filipe Alves (Preparações Badinho 4x4). Depois de assegurarem o melhor registo no prólogo da manhã a dupla da Nissan Navara também foi afectada pelo desgaste do guincho, sendo forçada a abandonar mais cedo, numa altura em que ocupavam a sétima posição. Situação semelhante, também para a dupla da Fevinor SA, com Vítor Ribeiro e Vitorino Morais, forçados a regressar mais cedo às boxes com o guincho queimado. A fechar a classificação reservada aos concorrentes do nacional de trial 4x4, um regresso infeliz de Paulo Campos e Vítor Rodrigues (Disco Campos), que se viu obrigado a abandonar a meio da prova devido à quebra do guincho e da Bomba de água aquando da queda mais “violenta” com a frente do Suzuki Samurai numa vala.
O campeonato Nacional de Trial 4x4 está de regresso a 18 e 19 de Maio à freguesia de Lustosa, concelho de Lousada para a segunda jornada, numa organização do Clube TT Lousada.
Mais informações e classificações oficiais da jornada de Valongo no site oficial do CNTrial4x4 em: www.cntrial4x4.com

EC4x4 vence na Taça Rock Crawler
Na sua segunda edição, a Taça Rock Crawler inscreveu três equipas, duas repetentes, e a entra de uma nova (Paljet), transitando do CNTrial4x4.

Emanuel Costa e Gerardo Sampaio estiveram irrepreensíveis ao longo das duas horas de resistência, assegurando um triunfo tranquilo, sem deixar de quando em vez, dar o “tradicional” espectáculo ao muito público presente, totalizando 8 voltas. Domingos Parente e João Pinto (Team Car Jaime/Troqouro), vencedores da edição de 2012, asseguraram um confortável segundo lugar, enquanto os estreantes, Jorge Silva e José Pires (Paljet), encerraram os lugares d pódio, numa prova esforçada e ainda numa fase inicial de adaptação ao Crawler. Na derradeira super-especial, num percurso mais reduzido invisual, seria a Paljet a surpreender os restantes adversários, ao registar o melhor tempo.

Classe Promoção e Samurai participada
Depois da estreia em Paredes num formato experimental na derradeira prova da edição de 2012 do CNTrial4x4 a Classe Promoção e a Samurai, arrancaram oficialmente para uma temporada emparelhadas com o nacional de trial. Desta forma, a comissão organizadora da principal e única competição nacional de trial sob a égide da Federação Portuguesa de Todo Terreno Trial e Navegação 4x4 proporciona a outras equipas e pilotos menos apetrechados a oportunidade de mostrarem as suas capacidades desportivas numa pista menos exigente que a caravana do nacional.


Na Classe Samurai, reservada a viaturas integralmente com mecânica Suzuki, Paulo Antunes e Paulo Mendes (Tuff4x4) levaram de vencida a ronda de Valongo, numa prova muito bem conseguida e sem grandes percalços, evidenciando a larga experiencia de condução do piloto fafense, oriundo dos ralis. De salientar que o pódio ficou completo com mais duas equipas de Fafe, Pedr Oliveira e Sandro Magina (Autodiesel) e a dupla Álvaro Costa/António Gonçalves (Samurai 4x4 Extreme), segundos e terceiro, respectivamente.


Na Classe 1, destinada a viaturas multimarcas, com pneus até 35”, inclusive, Renato Rocha e Sérgio Pereira (Sucatas David Rocha) não sentiram oposição em levar o bem preparado Nissan Patrol à vitória. Já distante do vencedor, terminou a dupla Carlos Rosa/Pedro Silva (Sopedra4x4/Kaiser) com um LR Defender, ficando o pódio preenchido com Manuel Silva e Tiago Couto (Fastlane).


A Classe 2, reservada a viaturas “calçadas” com pneumáticos 36” e 37” contou apenas com três aguerridos e combatentes participantes. Aqui, a vitória nunca esteve em causa, face à total disponibilidade do Patrol da dupla Vasco Pinto/Jorge Camilo que tomaram bem cedo conta da liderança, deixando um serio aviso aos restantes adversários que tudo fizeram para contrariar os objectivos da Repiteste Rotações/Sapataria Camilo. Num duelo a dois, Dino Alves e Cláudio Amarilio (Jipesecompanhia) superaram os seus opositores na luta pela segunda posição, sustendo os derradeiros ataques de Vítor Sousa e Tiago Santos na segunda metade da prova, depois de um pequeno percalço na primeira hora de prova da dupla da Tuff4x4/Grupo SM, que forçou uma passagem mais prolongada pelas boxes.

Fotos brevemente

Gabinete de imprensa:
press@cntrial4x4.com / 925979225